12 de junho - Bem, comigo mesma

Dia dos Namorados e você está sozinho, louco pra arrumar um namorado , certo? Bem, o desejo de ter um relacionamento amoroso é universal, mas precisamos entender porque nos atormentamos tanto com essa ideia.

Possivelmente nas novelas e filmes, que tratam os desacompanhados, como irremediavelmente infelizes, depressivos, perdidos... Já perceberam que ao final de uma novela, eles arrumam um fulano qualquer, pra qualquer um, que ainda esteja sem um par?

Incrível, como os autores não evoluem, e não concebem a ideia de finalizar uma novela com um personagem só e feliz! Tem que ter alguém, nem que seja um infeliz qualquer para fechar os finais supostamente felizes. Bem, acontece que a novela acaba na tela, mas e o dia seguinte?

Será que Félix ainda está com o Nico? E o Bruno? será que ainda está aguentando a chata da Paloma? Schopenhauer disse: As pessoas não suportam a solidão, porque não suportam a si mesmas.

Não torne isso uma necessidade em sua vida, ou um vazio que precisa ser preenchido a qualquer custo, porque a Lei é clara. A atração entre seres, obedece a lei espiritual ou ressonância rítmica, ou seja, semelhante atraí semelhante.

Já pensou, você se sentir uma droga porque está só, que tipo de droga você irá atrair? É esse tipo de amor que você quer? Muitos entram em qualquer relação de cabeça, só para não sentirem a solidão e no final acabam sempre saindo machucados, ralados, feridos e até humilhados física e emocionalmente, de relações que nem de longe deveriam ter começado.

Neste 12 de Junho se você está sem namorado, comece amando a sua companhia. Faça programa com gente que eleva a sua auto estima. Ria, faça cursos, leia coisas interessantes que ajudem você a se conhecer melhor, que te esclareçam o que você pode ter aprendido com os antigos relacionamentos, rearrume a sua casa interior.

Componha a sua melodia de amor, num mesmo ritmo e compasso... cifra o caminho onde o outro te encontre.