A celebração do Dia de Finados ao redor do mundo

O Dia de Finados – conhecido por muitos como Dia dos Mortos – é celebrado no Brasil anualmente no dia 2 de novembro. Esta data foi instituída com o intuito de homenagear as pessoas que já faleceram, e, por isso, os cemitérios de diversas localidades ficam cheios de gente que vai visitar os túmulos de amigos e familiares que deixaram saudades.

Especialmente no Brasil, a data é tida como um momento de luto e respeito por aqueles que já partiram. Mas nem todos os países do mundo celebram ela dessa forma. Alguns lugares têm o Dia dos Mortos como um momento especial para festejar e comemorar. Enquanto nós, brasileiros, choramos pela falta dos entes queridos, em outras culturas a memória e a saudade dos falecidos são vividas com muito entusiasmo e festa.

Assim como a data é celebrada de formas diferentes por culturas distintas, cada uma comemora o Dia dos Mortos em um dia específico. Conheça agora como é a comemoração do Dia de Finados ao redor do mundo e impressione-se com as tradições de diversos povos!

México

Imagem representando o México com caveiras mexicanas e a bandeira do país

Chamado de "Día de los Muertos", a data da saudade é tida como um momento de grande festa no México! As comemorações se iniciam em 31 de outubro e findam-se em 2 de novembro, sendo regadas de muito sorrisos e alegria. Isto mesmo: alegria! Os mexicanos se fantasiam com roupas coloridas, pintam o rosto com desenhos de caveira, usam máscaras e fazem altares dentro de suas próprias casas em homenagem àqueles que já partiram, preparando suas comidas e bebidas preferidas, como um culto para “agradar” a eles.

Esse ritual alimentício é feito porque o povo mexicano acredita que, uma vez por ano, os mortos podem retornar ao mundo dos vivos para aproveitar a sua família e desfrutar comidas e bebidas que mais gostavam de consumir quando ainda estavam vivos.

Uma curiosidade importante: no México, a imagem da caveira – a famosa caveira mexicana – é um símbolo de proteção contra energias negativas e espíritos maus, assim como também representa uma homenagem aos mortos.

Japão

Imagem representando o Japão com um Buda meditando e a bandeira do país

Os japoneses prestam homenagens aos mortos do dia 13 até o dia 15 de agosto – a celebração chama-se Obon. O Obon é um festival ou praticamente um costume budista adotado pelos japoneses que consiste em práticas de danças, comidas específicas e também na volta ao local onde a família viveu com seus entes que já partiram. Os japoneses creem que os espíritos dos falecidos retornam ao mundo nesses dias para visitar seus familiares e, por isso, limpam suas lápides e preparam tudo para recebê-los bem.

O festival é considerado a celebração mais importante do Japão, e, por tradição, são penduradas lanternas em frente às casas para que os espíritos sejam guiados de volta a elas. Os japoneses também visitam os túmulos, mas fazem altares em seus lares com oferendas – os chamados butsudan.

Estados Unidos

Imagem representando os Estados Unidos uma ilustração rezando, velas e a bandeira do país

Intitulado como All Souls Day, o Dia de Finados é uma data em que são feitas orações aos falecidos nos EUA. Muitas pessoas cristãs visitam os cemitérios no dia 2 de novembro e acendem velas com os nomes dos seus antepassados escritos nelas e as deixam sobre os túmulos.

Conheça 4 feriados mundiais que celebram os mortos

Além de orarem pelos mortos, eles também abençoam as velas antes de as deixarem no cemitério. Em localidades onde há uma predominância latino-americana, as celebrações da data são similares às do México: são feitas festas para comemorar a data com alegria.

Guatemala

Imagem representando o Guatemala com ilustrações de pessoas dançando e a bandeira do país

Na Guatemala, celebra-se o Dia de Finados em 1º de novembro – conhecido como o Dia de Todos os Santos. Diferentemente do Brasil, esse país tem a data como um momento de alegria. As pessoas que moram nas localidades se vestem com roupas coloridas e vão para o cemitério limpar, decorar e cuidar dos túmulos de seus entes ou amigos. Além disso, eles levam comidas, bebidas e fazem piqueniques ao lado dos túmulos.

Nesse dia, há a tradição de construir pipas gigantes e com cores vibrantes, que são soltas dentro dos cemitérios. As pessoas acreditam que escrever mensagens nas pipas é uma forma de se comunicar com os mortos. Todos os desenhos e cores das pipas costumam exibir temas de religiões ou do folclore.

China

Imagem representando o China com objetos da cultura chinesa e a bandeira do país

Conhecido como o dia da limpeza dos túmulos, o Festival Qingming é uma tradição chinesa de reverência aos mortos, feito sempre no início de abril. Esse festival conta com diversas tradições – entre elas, a principal é visitar os túmulos daqueles que já faleceram e oferecer-lhes chás, comidas, incensos, entre outras coisas. Além disso, os chineses costumam limpar os túmulos, queimar incensos e colocar alguns galhos de plantas sobre eles para pedir que seus familiares sejam abençoados.

Os mesmos galhos colocados nos túmulos, comumente de salgueiros, são postos também nos portões das residências, para afastar os espíritos maus e as energias negativas. Ainda nessa data, que coincide com a primavera, os chineses saem para admirar o desabrochar das flores e o colorido das ruas em memória dos falecidos.

Bolívia

Imagem representando a Bolívia com caveiras, coroas de flores e a bandeira do país

Chamado de "Día de las Ñatitas, o Dia dos Mortos é celebrado em 8 de novembro pelos bolivianos. Antigamente, os indígenas andinos costumavam passar um dia inteiro com os ossos dos seus parentes falecidos, especificamente três anos depois do seu sepultamento. Na atualidade, os bolivianos pegam apenas o crânio daqueles que já partiram para essa comemoração.

Saiba por que ver um corpo sendo levado ao funeral traz sorte na Índia

Assim, no dia 8 de novembro, a família coloca uma coroa de flores recém-colhidas no crânio e oferece folhas de coca, álcool e diversos outros itens a ele, com o intuito de agradecer e pedir proteção no decorrer do ano. Em seguida, eles levam as caveiras até o Cemitério Central de La Paz, para fazer um missa e rezar pelos falecidos.

Espanha

Imagem representando a Espanha com uma ilustração de túmulo s e a bandeira do país

Na Espanha, o Día de Todos los Santos é comemorado em 1º de novembro. Tido como um feriado de âmbito nacional, os espanhóis voltam às suas cidades de origem e vão até os cemitérios nos quais seus entes queridos foram sepultados. Eles levam flores aos túmulos no período da noite e um doce específico chamado de hueso de santos (osso dos santos), feito de ovos, xarope de açúcar e marzipã. Durante a tarde, todas as cidades da Espanha são repletas de paradas em homenagem aos mortos.

Semelhante à tradição mexicana, os espanhóis também se vestem com roupas coloridas nesse dia, e mesmo que não haja grandes festas para comemorar, o Dia de Finados da Espanha é considerado e vivido como uma data alegre.

Filipinas

Imagem representando as Filipinas com a ilustração de uma família, uma cruz ao fundo e a bandeira do país

Nas Filipinas, o Dia dos Mortos se chama Araw Ng Mga Patay. Celebrado também em 1º de outubro, tem um clima similar ao de reuniões familiares. Os túmulos dos falecidos são repintados e limpos, as pessoas acendem velas e oferecem flores àqueles que já partiram. Há famílias que costumam acampar em cemitérios e, em alguns casos, chegam a passar uma ou duas noites junto aos túmulos de seus entes queridos. Eles bebem, comem, jogam cartas e dançam enquanto estão no cemitério, o que torna a data um momento alegre e até divertido.

Coreia

Imagem representando a Coreia com uma ilustração de família orando, flores ao redor e a bandeira do país

O Chuseok – também conhecido como Hankawi – é um feriado nacional coreano que ocorre em 1º de outubro e celebra aqueles que já partiram.

Impressione-se com 8 celebrações celtas

Os coreanos têm o costume de ir ao lugar onde os espíritos de seus entes e amigos foram consagrados e fazem cultos e orações durante o período da manhã, agradecendo e pedindo bênçãos para suas vidas. Além disso, eles também visitam e limpam os túmulos, levando bebidas, comidas e flores para os seus ancestrais.

Brasil

Imagem representando o Brasil com a ilustração de uma lápide, flores ao redor e a bandeira do país

No Brasil – principalmente entre os cristãos –, celebra-se o Dia de Finados em 2 de novembro, quando as pessoas visitam cemitérios e fazem orações pelos entes queridos que já partiram. Os brasileiros homenageiam os falecidos com flores, enfeitam as lápides e fazem reuniões simples em família. Como já dito anteriormente, no país a data não é motivo de alegria ou celebração, e sim de saudade e tristeza.

Como você pôde ver, existem inúmeras culturas espalhadas pelo mundo que lidam com a morte de formas diferentes. Enquanto alguns choram, outros sorriem e festejam, acreditando que a presença daqueles que já partiram pode ser sentida no Dia de Finados.

Compartilhe este artigo com os seus amigos e mostre a eles as diferentes tradições relacionadas a essa data!