Cores dos Orixás

O Brasil é um país muito rico em questões culturais. Sendo assim, é possível afirmar que a população vive de maneira bastante diversificada, afinal de contas as pessoas seguem rotinas e doutrinas variadas.

Nesse cenário, podemos dizer que a questão religiosa do país também é bastante heterogênea, ou seja, possui inúmeras vertentes que podem ser seguidas pelos brasileiros. A umbanda, por exemplo, é bastante famosa.

Embora tenha sido trazida à região em circunstâncias bastante tristes – a religião era praticada por vítimas da escravidão trazidas da África – logo se tornou uma parte fundamental do Brasil. Ela ganhou grande popularidade entre a sociedade e, até os dias de hoje, é altamente praticada.

Contudo isso não faz com que o preconceito acerca dessa doutrina seja dizimado. Ainda existe grande discriminação não só sobre a religião, mas também sobre os seus praticantes, e isso ocorre, na maioria das vezes, por falta de informação.

Com isso em mente, o Horóscopo Virtual decidiu abordar alguns assuntos que são bastante pertinentes à umbanda. Neste artigo, por exemplo, iremos conhecer um pouco mais sobre os orixás e saber quais são as suas principais cores. Confira!

O que são os orixás?

Ilustração dos orixás juntos.

Grande parte das religiões possui figuras bastante importantes. Esses personagens são utilizados não somente para contar histórias e feitos interessantes, mas possuem também características e funções distintas. Dessa forma, os fiéis podem se dedicar àqueles com os quais mais se identificam.

Na umbanda, esse trabalho é realizado por meio dos orixás. De acordo com a doutrina, esses seres são completamente místicos, ou seja, nunca foram humanos. Contudo eles se relacionam muito bem com a sociedade, pois fazem parte da natureza, representando a sua força e a sua energia, da qual precisamos para sobreviver. É possível afirmar, portanto, que eles são extremamente poderosos e podem auxiliar os humanos em diversos momentos de suas vidas.

Embora eles não possam ser incorporados, de acordo com a umbanda, esses seres podem se manifestar de diferentes maneiras e procuram proteger os seus filhos, ou seja, aqueles fiéis que se identificam e possuem algum tipo de conexão com eles.

Por existirem diferentes vertentes na umbanda, é impossível dizer, com certeza, quantos orixás existem, porque isso varia bastante. Contudo sete deles estão presentes em todas as correntes. São eles: Oxalá, Xangô, Iemanjá, Ogum, Oxossi, Iansã e Oxum.

Por serem considerados os principais, são eles que iremos analisar para obter mais informações!

As cores dos principais orixás

A importância das cores dos orixás

Existem diversas formas pelas quais uma pessoa pode se conectar com o seu orixá. Para que essa tarefa seja facilitada, contudo, é importante ter alguns elementos em mente. Nesse cenário, as cores possuem grande poder e importância.

As cores dos orixás não foram estabelecidas por eles mesmos; foram determinadas de maneira simbólica pelos próprios fiéis, de acordo com informações que já possuíam sobre essas entidades, com base em sua personalidade e também de acordo com a vibração de cada um dos pigmentos. Esse trabalho foi feito justamente para facilitar essa conexão entre esses seres e os humanos e para que os próprios fiéis pudessem se identificar entre si.

Assim, as cores são utilizadas em velas, fitas, panos e até mesmo em algumas comidas que são entregues como oferendas. Dessa forma, é possível identificar o filho de cada um dos orixás de maneira mais rápida e eficiente, por meio dos incensos que eles acendem em homenagem à entidade ou por seus colares sempre ao redor do pescoço.

Mesmo que isso não afete diretamente o orixá, faz com que os seguidores daquela religião se sintam mais confortáveis e mais conectados com esses seres, algo que é extremamente importante.

As cores dos principais orixás

Oxalá – branco

Ilustração do orixá Oxalá de roupa branca.

Detentor de grande poder, Oxalá é uma entidade que surgiu a partir do ar. De acordo com a umbanda, ele foi o responsável pela criação dos seres humanos e, por isso, procura sempre estimular a fé e a paixão pela religião. Por ser o criador, ele também é responsável por determinar o fim da vida de cada indivíduo.

A cor referente a Oxalá é o branco, justamente por fazer referência ao seu espírito puro, positivo e bondoso, que transborda amor e carinho.

Xangô – marrom

Desenho de Xangô vestido de roupa marrom.

Sempre em busca da justiça, Xangô é um orixá muito sábio, que representa a lei de causa e efeito. Sendo assim, ele é o responsável por garantir que todas as pessoas recebam exatamente aquilo que merecem, de acordo com as suas próprias atitudes. Além de punir, portanto, ele também protege todos aqueles que foram, de alguma forma, injustiçados.

Por serem bastante ligados à natureza e às pedreiras, a cor designada a ele foi o marrom.

Iemanjá – azul-claro

Desenho de Iemanjá em tons azuis.

Extremamente conhecida, principalmente entre os fiéis brasileiros, Iemanjá é considerada a mãe de todos. Ela é protetora daqueles que possuem algum tipo de relação com o mar, dos próprios seres humanos até a fauna e a flora. E não é só isso: Iemanjá também possui ligação com a maternidade.

Por causa de sua conexão extremamente forte com o mar, foi designada à cor azul-claro.

A importância das cores dos Orixás

Ogum – vermelho

Desenho de Ogum coberto por panos vermelhos.

Entidade forte e guerreira, Ogum é relacionado a todas as dificuldades e batalhas que são enfrentadas durante a vida. Protetor de indivíduos que são, de alguma forma, perseguidos, esse Orixá procura sempre garantir a harmonia da lei e da ordem.

Justamente por seu caráter forte e guerreiro, foi rapidamente relacionado à cor vermelha.

Oxóssi – verde

Desenho de Oxóssi com um colar de folhas verdes mirando com arco e flecha.

Com forte ligação aos animais e à natureza, Oxóssi procura sempre garantir a proteção daqueles que não podem se defender por conta própria. Assim sendo, é um grande defensor dos fracos e dos oprimidos, oferecendo segurança e conforto para todos aqueles que o procuram.

A sua relação com a natureza e com tudo aquilo que faz parte dela naturalmente fez com que ele fosse relacionado à cor verde.

Iansã – amarelo

Ilustração de Iansã com penas amarelas.

Rainha dos raios e criadora dos ventos e das tempestades, Iansã protege os seus seguidores ao impedir que feitiçarias feitas contra eles sejam bem-sucedidas. Além disso, também é considerada a guardiã dos mortos, evitando que eles sigam o caminho errado e garantindo que eles cheguem ao destino correto.

Por causa de seus raios, esse orixá foi relacionado à cor amarela.

O que são os Orixás?

Oxum – azul

Ilustração de Oxum vestido em tons azuis.

Protetora das gestantes e da juventude, Oxum é um orixá bastante popular entre as mulheres, porque ela estimula a fertilidade e o amor e é a representação da mãe perfeita: está sempre ao lado de seus filhos, ou seja, de seus seguidores.

Ao mesmo tempo, é a senhora das águas doces. Isso fez com que a cor destinada a ela seja o azul.

Equipe Horóscopo Virtual