Lua em Capricórnio

Tímidos, introspectivos, mais fechados em si mesmos… Se você conhece alguma coisa de astrologia, sabe que essas são algumas características geralmente atribuídas ao signo de Capricórnio. Mas quem conhece um capricorniano sabe que essa é só uma casca que precisa ser quebrada ao longo do tempo, porque o nativo de Capricórnio costuma ser um amigo leal e muito confiável. Esses são alguns traços da personalidade das pessoas que nasceram entre 22 de dezembro e 20 de janeiro e que, portanto, têm Capricórnio, do elemento Terra e regido por Saturno, como signo solar, isto é, o Sol estava nesse signo quando essas pessoas vieram ao mundo.

Mas se você se interessa tanto por astrologia, a ponto de ter feito um Mapa Astral, sabe que o signo solar é apenas um indicativo da essência da pessoa, então funciona como um pequeno resumo de quem ela é. Para entender melhor a personalidade, os potenciais e as fraquezas de alguém, é preciso analisar a posição de outros astros e de outros planetas no Mapa Astral, para entender como a pessoa se comporta em cada setor da vida. Se o seu Mapa Astral indicou que você tem a Lua em Capricórnio, entenda agora o que isso quer dizer sobre você!

O que a Lua representa no Mapa Astral?

Foto de uma lua cheia sobre a silhueta de árvores.

Para entender o que significa ter a Lua no signo de Capricórnio, você precisa, antes de mais nada, entender o que a posição da Lua diz sobre nós, porque cada astro ou cada planeta, como explicado, influencia traços específicos da nossa personalidade e da nossa vida. A posição da Lua indica, sobretudo, como reagimos emocionalmente ao que nos acontece e como lidamos com os nossos sentimentos, com a nossa intuição e com os nossos instintos. É o astro que indica como lidamos com o autoconhecimento e com o amor-próprio.

Faça seu Mapa Astral completo para obter mais respostas sobre quem você é

Além disso, a Lua representa a figura feminina, a mãe, a fertilidade, aquela que dá a vida, nutre e protege. Isso significa, portanto, que a Lua determina o modo como lidamos com a infância e com as memórias do passado e também com aquilo que nutre a nossa alma, ou seja, aquilo que é mais importante para a nossa vida e que nos faz ser quem somos.

Características da Lua em Capricórnio no Mapa Astral

Retrato de um homem em pé, sorrindo, com os braços cruzados em meio a um parque.

Afinal de contas, o que significa Lua em Capricórnio? O principal traço da personalidade de quem tem esse signo lunar é o conservadorismo e a necessidade grande de se sentir seguro, em zona de conforto, longe de aventuras e de experimentações malucas. A reclusão e o tempo para si mesmo são muito importantes para essa pessoa, que pode

se sentir sufocada se não puder dar uma fugidinha de onde está para ficar um pouco consigo mesma.

Julgar é uma coisa que essa pessoa faz com bastante frequência, mas julgamento não aparece aqui como algo negativo, como diminuir as pessoas e rotulá-las. O julgamento desse signo lunar está mais relacionado ao modo como ele lida com informações e com o que acontece ao seu redor, porque ele sente uma necessidade muito grande de determinar se tudo é bom ou ruim, se é positivo ou negativo. Nada passa sem ser analisado por quem tem a Lua em Capricórnio.

Entenda qual é a influência da Lua em cada signo do Zodíaco

Um ponto muito positivo desse signo lunar é o senso de responsabilidade. Se essa pessoa se comprometer a fazer alguma coisa, ela vai até o fim e certamente conquistará grandes resultados. Se cresceu em meio a um monte de irmãos, essa pessoa era a mais prudente entre todos, mesmo que fosse a mais nova. É, portanto, perfeitamente possível confiar de olhos fechados na pessoa que tem a Lua nessa posição.

Como a Lua é regente do signo de Câncer, que é exatamente o oposto de Capricórnio, a Lua em Capricórnio é considerada uma Lua difícil. Essa dificuldade vem, por vezes, por meio de uma necessidade de ser denso, que é sentida pela pessoa que tem esse signo lunar. Nada é raso para essa pessoa, e quando as coisas são bastante profundas a todo momento pode ser que ela acabe se enterrando em si mesma e nos seus julgamentos e pensamentos.

Por fim, o mundo interno é muito mais importante para essa pessoa do que o mundo externo, então ela tende a preferir atividades que possa fazer de maneira solitária ou dividida com alguém que tenha conceitos e interesses parecidos.

Lua em Capricórnio no amor

Casal de mãos dadas na praia.

Essa é uma daquelas pessoas que se importam muito pouco com atração física na hora de encontrar um parceiro, porque se apaixonam muito pela personalidade da outra pessoa quando conseguem encontrar alguém que tenha interesses e personalidade parecidos. É muito importante para essa pessoa que seu parceiro tenha opiniões políticas, artísticas e em outros campos parecidas com as suas, por ser bastante inflexível.

Encante-se com as melhores qualidades do signo de Capricórnio

Estar com uma pessoa mais “caseira” e menos aventureira é muito importante para essa pessoa também. Para ela, o mais difícil é encontrar uma pecinha que se encaixe ao modo como vive e como pensa, mas depois que isso acontece o relacionamento costuma fluir em harmonia.

Lua em Capricórnio na vida profissional e nos projetos

Pessoa usando seu notebook para trabalhar.

O senso de responsabilidade faz com que quem tem Capricórnio como signo lunar seja bastante focado no trabalho e seja, inclusive, um bom líder, caso consiga lidar com sua inflexibilidade e aceitar opiniões distintas e, às vezes, opostas às suas. Como são bastante reclusas e exploradoras do seu interior, as pessoas com Lua em Capricórnio costumam desenvolver habilidades artísticas, especialmente aquelas ligadas à literatura. 

Organize-se no seu trabalho de acordo com o seu signo

Ser reconhecido por sua capacidade artística ou profissional é muito importante para essa pessoa.

Desafios da Lua em Capricórnio

Mulher sentada na cama usando o computador.

Lidar com aquilo que a tira da zona de conforto é o principal desafio para essa pessoa, que, por ser conservadora, evita ter contato com o que está distante do seu mundo interior, que, como explicado anteriormente, é muito importante para ela. Equilibrar momentos de reclusão e oportunidades de estar perto das pessoas que ama também é um desafio grande para essa pessoa, que costuma preferir estar sozinha e fazendo atividades mais solitárias.

Uma boa dica é tentar, ao máximo, encontrar pessoas que tenham interesses parecidos, para que as atividades mais solitárias possam ser compartilhadas, quando possível: ler o mesmo livro que um amigo e poder conversar sobre ele pode ser interessante, encontrar alguém que já pratique os mesmos hobbies é legal também.

Ter parcimônia na hora de julgar algo como positivo ou negativo é essencial para encontrar equilíbrio, porque o maniqueísmo faz mal: nada é 100% bom ou 100% ruim e o mundo não é em preto e branco, já que tem muitas, mas muitas cores diferentes. Por fim, é importante que essa pessoa entenda que ser responsável é parte da sua personalidade, mas que se permitir fazer uma coisinha diferente pode levá-la a atividades e pessoas novas e que somarão bastante à vida dela.

Confira também: