Ovo de Páscoa: entenda como surgiu a tradição

Se pararmos para analisar o calendário brasileiro, iremos perceber que ele é composto por inúmeras datas comemorativas. Esses dias especiais são tantos que se torna até mesmo impossível celebrar todos eles e, por esse motivo, alguns acabam passando batidos em nosso dia a dia.

Nesse cenário, também existem aquelas celebrações que se destacam e ganham mais atenção por uma série de motivos. Esse é o caso, por exemplo, do Natal, do Carnaval e também da Páscoa.

No caso da Páscoa, é comum relacionarmos esse período tão especial não somente ao cristianismo – a data representa, afinal de contas, o renascimento de Jesus Cristo –, mas também ao chocolate e aos famosos ovos de Páscoa. Entretanto, essa tradição existe há tantos anos que, hoje em dia, são poucas as pessoas que conhecem a sua história e origem.

Com isso em mente, criamos um artigo referente a esse assunto. Aqui, você obtém todas as informações e curiosidades acerca dessa data e também dos famosos ovos de Páscoa que, muitas vezes, roubam a cena entre as crianças. Confira!

A história do ovo de Páscoa

Ovos de páscoa, flores e um coelho de chocolate sobre uma mesa.

Hoje em dia, a sociedade rapidamente relaciona a Páscoa e todos os seus famosos elementos ao cristianismo. Entretanto, o costume de entregar ovos enfeitados a entes queridos é muito mais antigo do que a religião.

Para a sociedade antiga, os ovos representavam toda a força e a vitalidade que uma pessoa poderia apresentar. Sendo assim, oferecer esse objeto a um indivíduo era a mesma coisa que desejar muita prosperidade em todas as áreas de sua vida.

Centenas de anos depois, mais precisamente no século XII, essa tradição passou a fazer parte das comemorações de Páscoa. Isso foi iniciado na França, com o retorno de Luís VII, que estava lutando nas Cruzadas, ao país. Para comemorar os feitos do rei, foram distribuídos muitos produtos aos pobres. Entre eles, os ovos.

No século XV, contudo, Luís XI proibiu a comemoração que já perdurava por cerca de 300 anos. Isso porque a Igreja estava reclamando do consumo exagerado de ovos. Então, a população encontrou outra forma para continuar a tradição: para festejar o fim do jejum, o costume de presentear pessoas queridas com ovos voltou. Agora, em vez de enfeitá-los, eles são benzidos na missa do Domingo de Páscoa.

Foi assim que surgiu o costume de oferecer ovos aos nossos amigos e parentes nessa data tão especial não somente para o cristianismo, mas para toda a população.

Demorou muito tempo para que essas tradições chegassem ao Brasil. Por conta de diversos fatores históricos e problemas pelo qual o país passava, questões como a Páscoa e suas comemorações demoraram a se inserir na sociedade. Isso passou a ocorrer bem no início do século XX. Entretanto, assim que chegou aqui se tornou extremamente famoso e popular em todas as regiões.

Saiba qual é o ovo de chocolate ideal de cada signo para acertar nos presentes de Páscoa

A evolução do ovo de Páscoa

Casca de ovo de galinha com vários ovos menores dentro e sobre a mesa.

Como já foi citado anteriormente, no início, a tradição era de enfeitar ovos de galinha com tinta e, assim, presenteá-los aos nossos entes queridos. Conforme o tempo foi passando, essa tradição se modificou diversas vezes.

Os nobres e ricos, por exemplo, não se contentavam com simples ovos de galinha. Por isso, passaram a encomendar versões de porcelana, vidro, pedra e madeira. Eduardo I, rei da Inglaterra, tinha até mesmo o costume de mergulhar seus ovos em ouro antes de oferecê-los aos seus súditos.

Foi somente no século XVIII que os famosos ovos de chocolate foram criados. Essas obras francesas logo foram introduzidas ao mundo inteiro, se tornando popular em diversos países, criando uma tradição que dura até os dias de hoje.

Você sabe qual é o real significado da Páscoa? Aprenda aqui

Os ovos de Páscoa ao redor do mundo

Menina criança, com fantasia de coelho, correndo em busca de ovos de páscoa por um jardim.

Esconder os ovos de Páscoa no jardim para que as crianças possam caçá-los se tornou uma tradição muito popular em diversos países. Embora tenha surgido há séculos, não perdeu forças ao longo do tempo. Essa comemoração, afinal de contas, é famosa em diversos países até os tempos atuais.

Na Bulgária, essa caça ainda é feita. Em vez de utilizar ovos de chocolate, os ovos de galinha enfeitados e pintados ainda fazem parte da vida da população.

Na Bélgica, é comum que as próprias crianças criem ninhos de palha com a intenção de eles serem preenchidos pelos coelhos.

Nos Estados Unidos e na França, a caça aos ovos de galinhas coloridos e enfeitados é uma tradição muito amada pelas crianças.

O simbolismo do ovo de Páscoa

Pequenos ovos de páscoa distribuídos sobre uma mesa.

Em inúmeras culturas antigas os ovos eram vistos como símbolos da fertilidade. Sendo assim, eram utilizados em diversos rituais que prezavam pelo nascimento e pelo ciclo da vida.

Entenda a importância dos ovos para diversas culturas ao longo do tempo:

• Persas: de acordo com historiadores, os persas realizavam diversos rituais durante o equinócio de primavera (ou seja, na mesma época em que hoje comemoramos a Páscoa) e, em muitos deles, utilizavam os ovos coloridos não somente como decoração, mas também como oferenda aos deuses;

• Mitologia chinesa: alguns contos chineses dizem que o universo surgiu a partir da quebra de um ovo, dando origem ao deus conhecido pelo nome de Pan Ku;

• Romanos: durante muito tempo os romanos acreditaram que o planeta Terra possuía um formato oval e, por isso, relacionavam o surgimento da humanidade aos ovos.

Além disso, diferentes povos do Oriente Médio, da Ásia e até mesmo da Europa associavam diferentes tipos de elementos místicos aos ovos. Ostara, por exemplo, é uma deusa que possuía conexão com esse elemento justamente por conta da questão da fertilidade.

É impossível dizer qual foi a principal razão pela qual os ovos foram escolhidos como representantes da Páscoa. Entretanto, é inegável que todas as crenças contribuíram para que esse elemento se tornasse tão importante para essa comemoração.

Muitos acreditam, inclusive, que pelo fato de o ovo representar a fertilidade em tantas culturas, ele possui conexão direta com o próprio renascimento de Jesus Cristo.

Coelho, ovo e chocolate? Entenda a relação

Onde o coelho entra nessa história?

Coelho de Páscoa de pelúcia em meio a ovos de tecido.

O coelho da Páscoa é tão importante quanto os chocolates. Isso porque é ele, afinal de contas, que oferece os ovos às crianças. Entretanto, já parou para se perguntar por que ele foi escolhido dentre tantos outros animais para desempenhar esse papel?

De acordo com as histórias, assim como os ovos, os coelhos representam a fertilidade, porque eles se reproduzem rapidamente e com muita facilidade. Sendo assim, logo foram inseridos dentro de todas as tradições e crenças acerca da Páscoa.

A figura de um coelho trazendo ovos para uma pessoa era vista, antigamente, como um sinal de prosperidade. Sendo assim, ambos se tornaram representações muito importantes e marcantes para essa data tão popular.