Superando nossos obstáculos

Objetivos. Todos nós queremos atingir algo e alcançar uma condição melhor. Estamos sempre buscando a felicidade e fugindo do sofrimento. Entretanto temos muitos obstáculos em nossa vida que nos impedem de atingir essa felicidade. Mas que obstáculos são esses? Quero enumerar esses obstáculos e como podemos superá-los.

OBSTÁCULOS DA MENTE

Mulher apoiada na janela olhando para frente

Esses obstáculos não são externos, mas sim internos. Nossa mente é nosso maior desafio, e, para superar tais desafios, devemos treinar nossa própria mente. Primeiro devemos conhecer que desafios enfrentamos para depois utilizarmos a quietude da mente para os ultrapassarmos.

APEGO

O apego nos fixa às situações, e esquecemos de uma verdade universal: nada dura pra sempre e tudo é impermanente. Todas as coisas mudam, as situações e até mesmo as pessoas. Sabendo dessa verdade, podemos dar mais importância para as pessoas e pouco para as coisas. A fixação em coisas nos faz utilizar as pessoas, e isso gera sofrimento. À medida que vamos achando que as coisas nos produzirão felicidade, vamos afastando as pessoas e dando menos importância a elas. Isso nos sabota, e não vemos que a nossa felicidade depende da felicidade do outros.

O apego às pessoas também nos gera sofrimento. Porque não ficamos felizes com a felicidade do outro. Queremos que ele esteja ao nosso lado, independentemente de sua felicidade. Ao libertarmos as pessoas, estamos impulsionando nossa própria liberdade também.

MEDO

Mulher na praia olhando para o mar

O medo ao qual me refiro não é o real, mas o imaginário. O medo de situações imaginárias produz ansiedade e nos causa estresse. Esse medo também pode gerar a percepção de que os outros nos ameaçam e que podem sempre nos trazer sofrimento. Assim, começamos a criar paredes e defesas ao nosso redor. Em vez de construirmos conexões e pontes com as pessoas, passamos a construir muros e divisórias. Essa separação nos faz ficar mais solitários, e nossa rede se enfraquece. Ficamos sem contato com as pessoas e perdemos a possibilidade de ficarmos felizes no convívio com os outros. O medo nos enfraquece e cria o outro obstáculo: a raiva.

RAIVA

A raiva é formada quando nos sentimos obstaculizados. Quando acreditamos que precisamos avançar e alguém nos impede. A raiva não nos deixa ver o quadro amplo. Perdemos a visão e ficamos com um hiperfoco que nos faz perde de vista nossa felicidade.

Você também pode gostar:

Essa raiva nos cega, deixa o mundo vermelho e sem possibilidade de olharmos para aquilo que é belo. Perdemos a possibilidade de gerar benefícios. Precisamos combater a raiva em nós, trazendo novamente uma mente serena e calma para lidar com as adversidades da vida. Raiva não resolve nada.

AUTOCENTRAMENTO

Mulher abraçando suas pernas em cima de uma montanha, olhando para o sol

O autocentramento é o obstáculo mais difícil de remover em nossa vida. Estamos tão centrados em nossa necessidade que não olhamos em volta. Se buscarmos beneficiar as pessoas, nosso caminho fica mais fácil, mais fluido. Contudo, olhando apenas para nós, perdemos de vista os outros e ficamos fixados em nossas necessidades. Isso gera isolamento, raiva, medo e apego. Dessa forma, podemos dizer que tudo tem início no autocentramento, na fixação em nós mesmos.

Mas se ampliarmos nossa visão para ajudar os outros, para beneficiar nossa própria rede, colheremos os frutos dessas ações, e a felicidade certamente surgirá para nós.