Tarot Door: Conheça o Oráculo Egípcio

Quando falamos do Egito, muitas pessoas já pensam instantaneamente nas grandes pirâmides construídas há milhares de anos e, principalmente, nas múmias. Isso acontece porque esses são os principais fatores que marcaram, de maneira muito forte, a cultura desse povo.

Entretanto é importante lembrar que os egípcios possuíam outros hábitos muito interessantes, que também merecem ganhar destaque. Os seus artefatos, por exemplo, até os dias de hoje despertam grande curiosidade nas pessoas, além de serem muito belos.

Nesse cenário, o tarot egípcio passou a ser assunto de uns tempos para cá. Contudo ainda pode ser um pouco complicado obter informações sobre ele, afinal a sociedade insiste em focar apenas em certas características desse povo, como as citadas acima.

Com isso em mente, o Horóscopo Virtual decidiu criar um artigo que aborda especialmente esse tema. Desse modo, você pode entender perfeitamente o que é esse tarot e quais são os seus principais componentes. Veja!

O que é o tarot door?

Conhecido como tarot door, esse baralho é carregado de bastante magia, porque o povo egípcio era muito supersticioso, e isso pode ser percebido pelo fato de que tudo que eles faziam possuía um toque dos deuses nos quais eles tanto acreditavam.

No caso dos baralhos, isso se dá pelo simples fato de que todas as cartas desse tipo de tarot são muito espirituais e carregam uma energia extremamente forte. Assim, as pessoas que se consultam por meio delas são capazes de criar uma conexão genuína e poderosa com elas.

De maneira geral, contudo, podemos dizer que o tarot door funciona como um tarot comum: ele procura oferecer conselhos e avisos para as pessoas que o procuram como guia. Entretanto a sua análise é feita com uma maior profundidade, causada, principalmente, pelo fato da forte conexão entre as cartas e os indivíduos.

Conheça também o Tarot dos Orixás

A história do tarot door

É impossível falarmos, com certeza, a data em que o tarot door surgiu. Entretanto é fato que a sua criação possui conexão direta com a energia do Deus Tot, bastante importante para a civilização da época.

Para os historiadores que estudam essa área da cultura egípcia, o baralho foi construído baseado na sabedoria do deus citado anteriormente. Assim, como os egípcios eram muito inteligentes, passaram a estudar todas as mensagens que foram enviadas por Tot, então criaram esse sistema que sobreviveu até os dias de hoje e é capaz de beneficiar nós, humanos.

As informações que existiam no livro também possuíam ilustrações. Elas é que deram origem, por fim, às cartas. Inicialmente elas foram representadas em placas de ouro, depois foram se modificando até assumirem o formato que conhecemos.

Por meio dessas placas, as pessoas se conectavam de forma mais rápida e simples com o plano espiritual. Assim, entendiam fatos de sua vida com muita facilidade, o que permitia que elas passassem por diversas situações de maneira mais calma e sem maiores problemas.

Nesse cenário, as previsões do futuro também se tornaram bastante famosas, assim como a busca pelo autoconhecimento.

Por estarmos tratando de algo muito poderoso para a humanidade, os egípcios mantiveram o tarot door em segredo por muito tempo. Foi apenas no meio do século XIV que esse sistema foi apresentado aos europeus, para, enfim, ser introduzido ao resto do mundo, tornando-se particularmente popular entre a sociedade cigana.

Os elementos do Tarot Egípcio

As cartas do tarot door

Como foi falado anteriormente, as cartas do tarot door foram criadas com base nas ilustrações contidas em um livro oferecido pelo Deus Tot. Sendo assim, imagens relacionadas a acontecimentos e a figuras importantes para a cultura egípcia foram retratados nessas cartas.

É importante dizer, contudo, que a composição do tarot door era muito parecida com aquela que conhecemos hoje: possuía 78 cartas, com 22 arcanos maiores e 56 arcanos menores.

Entretanto, diferentemente do que conhecemos, não existia nenhum tipo de naipe que diferenciava os arcanos menores. Elas possuíam apenas algumas representações astrológicas.

Os três planos do tarot door

Outro diferencial do tarot door se dá pela separação feita em três partes – chamadas de três planos – das cartas e de suas ilustrações. Vamos conhecê-las:

• Parte central: diz respeito ao plano mental, ou seja, a tudo aquilo que diz respeito à tomada de decisões e a tudo aquilo que pode interferir na vida de uma pessoa. Por isso é que é representado por imagens míticas que ajudavam os indivíduos a realizarem uma série de atividades na época;

• Parte superior: fala sobre o plano espiritual, fazendo menção a uma sabedoria que independe do tempo. Nos arcanos menores, são encontradas no topo de um hieróglifo; nos arcanos maiores, acima do alfabeto dos magos;

• Parte inferior: trata do plano material, ou seja, de tudo aquilo que temos ou pretendemos obter em nossas vidas. Diz respeito à nossa vontade de agir em prol de um desejo material, que é expresso por meio de símbolos míticos sobre os deuses da época.

Como ler o tarot door?

Podemos perceber que, além de possuir ilustrações diferenciadas, o tarot door possui um sistema próprio. Por isso é que nem todas as pessoas que sabem ler um baralho convencional que podem trabalhar com esse modelo.

É importante lembrar que quando você realizar uma leitura com esse tarot, você deve ter o auxílio de alguém especializado nesse tipo de baralho, porque o conhecimento da cultura egípcia é de extrema importância, afinal é por meio dele que somos capazes de compreender todas as representações que nos serão oferecidas.

Além disso, os conceitos kármicos são bastante abordados pelo tarot door. Assim, o desenho não é a única coisa que será abordada; cores, formas geométricas, elementos astrológicos e diversos outros tipos de simbolismo devem ser levados em consideração.

Conheça melhor o Oráculo das Deusas