Você consegue identificar a mentira?

O perito em detectar mentiras e professor do Behavior Analysis, disse: "Mente aquele que diz que não mente". E é verdade, todo mundo mente! Das mentirinhas pequenas às maiores, todas são mentiras! Há grandes conservadores que dizem não mentir em momento algum, mas às vezes para sair de alguma situação, seja uma ligação indesejada de um número estranho ou um convite em uma hora inoportuna, todos dão a famosa "desculpa esfarrapada", o que não deixa de ser uma mentira.

Algumas pessoas acham que ouvir uma inverdade é mais incômodo do que mentir, ou seja, pessoas que mentem, mas que não gostam de ser enganados. É de achar graça, viu?

Mulher com expressão desconfiada em fundo vermelho

Mas vamos ao que interessa, você consegue identificar quando alguém está mentindo para você? Geralmente, as pessoas ficam desconfortáveis e fogem o olhar. Olham para qualquer lugar menos para os olhos de quem é o alvo da mentira. Na área de perícia da polícia, o detector de mentiras mede a pressão arterial, os batimentos cardíacos, a temperatura do corpo e dilatação da pupila. Dizem que descobrir quando alguém está mentindo se baseia na análise dos sinais emitidos pelo corpo do indivíduo, tarefa que uma pessoa comum é capaz de fazer se souber no que deve prestar atenção. Ações como o desvio do olhar, muitas justificativas na fala, mexer as mãos e os pés de forma frenética, mudar o tom ou acelerar a voz, entre outros sintomas, são indicativos de um mentiroso. O psiquiatra Jairo Mancilha, explica que o corpo é mais fiel à verdade do que a fala: "A fala é criada pelo consciente, porém os sinais do corpo são provocados pelo inconsciente e a pessoa não consegue controlar".

Mas por ingenuidade ou pelo simples fato de não querer acreditar que alguém é capaz de nos contar alguma mentira, temos a tendência de acreditar facilmente nas pessoas, não é mesmo?

Se você tem alguma dúvida sobre o seu detector natural de mentiras, faça o teste que preparamos e descubra: você consegue identificar a mentira?