Você gosta do seu trabalho?

No dia a dia, acabamos vivendo no automático, realizando tarefas de forma repetida, seja por obrigação, seja porque a rotina não nos permite mais reparar naquilo que estamos fazendo, seja porque não enxergamos mais os desafios que elas nos propiciam. Mas será que é um problema do que fazemos, ou de como fazemos? Ou, ainda, como encaramos a nossa relação com o que realizamos?

Você já parou para se perguntar por que escolheu fazer o que faz? Essa foi uma decisão planejada, depois de refletir e avaliar sobre o que realmente te realiza como profissional? Ou foi na pressa, sem planejamento, sem analisar sua vocação? Ou será que você, no início, amava o que fazia e hoje já não sente os olhos brilharem quando seu expediente de trabalho começa? Já pensou nisso tudo?

Mesa de escritório com computador, caderno, caneta e uma xícara de chá

“O que será que estou fazendo com a minha vida? O que será que posso esperar das minhas escolhas?”. isso é normal, é do ser humano. Questionar-se faz parte da nossa evolução, do desejo de renovar as nossas perspectivas. Pode ser uma fase, em que precisamos sentar e avaliar, para tentar enxergar por outro ângulo. Mas também pode ser um sinal de que precisamos mudar, fazer os nossos olhos brilharem e o nosso coração pulsar novamente. “Será que é hora de mudar, seguir em frente e apostar em outros projetos? Ou será que preciso reavaliar a forma como estou vendo o meu trabalho?”.

Se essas perguntas têm começado a rondar seus pensamentos com mais frequência, provavelmente é hora de se testar e ver que atitude você deve tomar. Afinal de contas, trata-se de uma atividade que vai tomar, pelo menos, 1/3 do seu dia. Todos os dias!

Se você quer ter uma resposta objetiva, que possa te ajudar em meio a essas dúvidas – ou se quer apenas buscar um pouco mais de autoconhecimento, faça este teste e descubra se é hora de mudar ou se o momento só exige uma reflexão, uma pausa pra se reorganizar e seguir em frente com o seu trabalho. E lembre-se: nunca é tarde para nada nesta vida!