Iroko: tudo sobre o Orixá do tempo

Já parou para pensar em como as religiões são complexas? Para realmente cativarem fiéis, é preciso que elas contem histórias tocantes, ao mesmo tempo em que apresentam inúmeros personagens e divindades que são poderosas e relacionáveis.

Essa tarefa é extremamente complexa. Como, afinal de contas, meros seres humanos podem conseguir se identificar com seres tão impressionantes? Simples: ofereça histórias e origens que mostrem que o nosso poder vem das coisas mais rotineiras e comuns. Essa “receita”, embora pareça fácil de ser seguida, na verdade requer muito esforço.

Os orixás representam bem essa questão. Eles são seres extraordinários. Poderosos, possuem conexão tão intensa com a natureza que são responsáveis até mesmo por alguns de seus acontecimentos naturais. Não só isso: eles também são responsáveis por nos proteger e cuidar de diversos assuntos mundanos.

Poderia ser difícil se identificar com eles, não fosse o fato de que suas histórias normalmente são muito corriqueiras, com apenas um toque de irrealidade. É por isso que eles se tornaram extremamente populares e importantíssimos na vida de todos os seguidores das crenças que os utilizam, como o candomblé e a umbanda.

Nesse cenário, algumas dessas entidades se destacam por receberem títulos e grande importância nessas religiões. Esse é o caso, por exemplo, de Iroko, conhecida também pelo nome de “orixá do tempo”. Quer saber mais sobre essa divindade? O Horóscopo Virtual pode te ajudar nessa tarefa!

A história e a origem de Iroko

No início da humanidade, os orixás tomaram a decisão de plantar uma entidade na Terra. Dessa forma, seria mais fácil para que eles descessem até o planeta em questão e ajudassem a povoá-lo, oferecendo não somente trabalho e comida, mas toda uma vida. A divindade que foi utilizada nessa tarefa se chamava Iroko.

Certo dia, uma briga muito intensa ocorreu perto de Iroko. Embora os responsáveis por ela fossem dois humanos, eles logo envolveram os orixás em sua discussão, que tomou proporções muito grandes em pouquíssimo tempo.

Cansado e irritado por presenciar tal questão, Exú soprou um pó que logo se transformou em um raio e atingiu os homens, matando-os. Esse acontecimento assustou toda a população que morava no local, fazendo com que eles acreditassem que aquilo tivesse sido fruto de magia negra.

Revoltados com a conclusão estabelecida pelos seres humanos, os orixás decidiram acabar com toda a vida na Terra. Diante desse acontecimento, Oxalá pediu a intervenção de Olorum, que impediu a morte da comunidade. Nesse momento, a entidade também soprou um pó sobe Iroko.

No mesmo minuto, ela criou raízes fortes e longas na Terra e passou a crescer. Cresceu tanto que em poucos minutos quase atingiu o céu. Isso só não aconteceu porque Olorum logo formou várias nuvens que impediram a visão do orixá e, assim, finalizou o seu desenvolvimento.

Triste por causa da morte de tantas de suas criações, Oxalá foi presenteado com um galho de Iroko. Com ele, passou a controlar o destino de todas as pessoas, de maneira a não permitir que algo do tipo ocorresse novamente.

A importância de Iroko

Sempre presente em absolutamente todas as reuniões das entidades, Iroko simplesmente observa e anota tudo aquilo que é discutido. Depois, decide quando cada um dos acontecimentos que foram determinados acontecerá.

Além disso, ele também é responsável por apontar qual será o início e o fim de todos os ciclos. É por esse motivo que rapidamente a divindade recebeu o título de orixá do Tempo.

Entretanto Iroko não cuida apenas do tempo. Ele também protege a natureza e os animais, evitando que eles sejam extintos.

Oferenda para Iroko

Para agradar e agradecer por todos os feitos de Iroko, é comum realizar a preparação de pratos que se tornarão oferendas. Muitas dessas receitas, inclusive, contêm ingredientes como carneiro, milho branco e farofa de dendê. Esses alimentos, afinal de contas, são muito apreciados por essa divindade.

O ajabó é um prato bastante comum de ser oferecido ao orixá do Tempo. Para prepará-lo, é necessário ter em mãos quiabo, um copo de mel e azeite doce.

Embora a receita seja simples, é importante ter o auxílio de uma pessoa que possua experiência em seu preparo. Assim, você garante o contentamento da entidade.

Oração a Iroko

É bastante comum que as pessoas façam orações a Iroko pedindo boas condições no clima e também bom aproveitamento de tempo.

Confira uma prece bastante comum e poderosa:

“Senhor do céu rosado,

Senhor das tardes enigmáticas,

Senhor das nuvens carregadas,

Senhor do arco-íris!

Senhor das possibilidades,

Das vantagens e dos caminhos,

Do encantamento e da beleza,

Da alegria, da felicidade

E do tempo que tudo assiste e vê passar!

Senhor dos senhores das brumas,

Dissipe as nuvens dos meus caminhos.

Poderoso príncipe,

Invoque a força do tempo,

Invoque a força dos ventos a meu favor.

Que a chuva me cubra de prosperidade,

Que a sua coroa cubra o meu destino!

Poderoso príncipe, pai do oculto,

Que eu seja o seu filho perdido

E bendito em suas graças!

Que a névoa que existe hoje em meus passos

Com o tempo possa ser límpida amanhã!”

 

Curiosidades de Iroko

Iroko é uma entidade que está presente em absolutamente todos os lugares, tempos e espaços. Sendo assim, é impossível fugir dele.

Por ter doado um de seus galhos, ou seja, uma parte de si mesmo para que Oxalá pudesse garantir a continuidade da humanidade, foi recompensado: tornou-se, assim, a maior árvore do mundo. É impossível destruí-lo: nem mesmo Ibeji possui esse poder.

Além disso, Iroko está presente em diferentes culturas, com diferentes nomes. Na Grécia, por exemplo, é conhecido como Chronos; no Egito, como Anúbis; entre outros. Isso mostra a sua atemporalidade e o seu poder.

Por fim, o seu dia da semana é a terça-feira e as cores que representam o orixá do tempo são branco, cinza e verde.

Leia também:

Equipe Horóscopo Virtual