Júpiter em Libra

Eles são calmos e tranquilos e assumem perfeitamente o papel de moderadores de conflitos e solucionadores de problemas. Impossível não saber de quem se fala, pois eles são os librianos, também são conhecidos por serem muito, mas muito indecisos ao tomarem uma decisão. Essas são apenas algumas das características de quem nasceu entre os dias 23 de setembro e 22 de outubro e que, portanto, tem Libra como signo solar e é regido por Vênus e pelo elemento Ar.

No entanto, se você compreender algo sobre astrologia ou se já teve a oportunidade de ler um Mapa Astral, sabe que o signo solar dá alguns indicativos mais gerais da nossa personalidade, mas os planetas são os responsáveis por determinar os contornos mais específicos da nossa personalidade. Se você tem em mãos o seu Mapa Astral e descobriu que tem Júpiter em Libra, entenda o que isso significa e desvende os mistérios da sua vida amorosa!

O que Júpiter representa no Mapa Astral?

Imagem do planeta Júpiter.

Antes de entender o que a presença de Júpiter no signo de Libra significa, é preciso entender, de modo geral, o significado do planeta Júpiter no Mapa Astral, porque cada astro e cada planeta determina o modo como nos comportamos em determinados setores da nossa vida, como explicado na introdução. O Sol, por exemplo, é quem dá a base de quem somos e dos contornos de nossa personalidade, por isso é que usamos o nosso signo solar para afirmar o signo que somos nativos. Júpiter, o maior planeta do Sistema Solar, define como lidamos com o conhecimento, com as ideologias e com as concepções que temos a respeito do mundo e indica o modo como tudo isso influencia, sobretudo, a nossa vida profissional e os nossos projetos pessoais, sejam eles quais forem.

O que significa Júpiter em Libra no Mapa Astral?

Afinal de contas, qual é o significado de ter Júpiter no signo de Libra? Significa, de maneira geral, que Júpiter transitava o signo de Libra no exato momento em que essa pessoa nasceu, o que faz com que esse signo influencie todas as especificidades com as quais o maior planeta do Sistema Solar influencia a nossa personalidade, que foram descritas anteriormente. Se o seu Mapa Astral apontou que você tem Júpiter em Libra, entenda como isso afeta a sua personalidade e o seu processo de autoconhecimento.

Júpiter em Libra: características

Mulher caminhando por um campo, ao fim da tarde.

Justiça e ética são dois valores muito importantes para essa pessoa e, por isso, tentar ser justo é algo que está sempre no foco de cada uma das atitudes que ela vai tomar na vida. Por causa desse senso de justiça, essa pessoa costuma ser muito pouco egoísta ou solidária demais, pois está sempre analisando os seus desejos, os desejos dos outros e os do mundo.

Por estar sempre preocupada em buscar justiça, essa pessoa costuma ser muito realista, pois odeia pender para o pessimismo ou, pior, para o otimismo. Ter esperança demais ou de menos é algo que ela considera injusto consigo e com o mundo devido às expectativas e às ilusões que isso provoca; então, ela sempre tenta ser mais flexível consigo e com todos, a fim de encontrar o caminho que seja mais correto.

Certo e errado, portanto, são conceitos muito importantes e até mesmo inflexíveis para ela, no sentido de que o que é certo é certo e o que é errado é errado mesmo, ou seja, não tem meio-termo tampouco a ideia de que existe uma linha tênue separando o correto do incorreto. Para essa pessoa, a distância entre os dois é gigantesca.

Você também pode gostar:

Essa busca por justiça pode fazer com que ela desenvolva certo medo de se fazer ouvir e de levantar a voz para que a sua opinião seja considerada, pois que odeia atropelar os outros e se colocar na frente de alguém. Ao longo do tempo, o que pode acontecer é que essa pessoa perca a sua voz aos poucos, porque dia após dia passará a pensar que as suas opiniões não têm validade ou importância.

O senso de justiça pode fazer também com que essa pessoa queira “abraçar o mundo”, sentindo-se responsável pelo bem-estar de todos e por promover um mundo melhor para cada um dos seres humanos, esquecendo-se de si mesma e dos seus objetivos pessoais. Ninguém consegue mudar nada sozinho e não existem super-heróis, por isso é preciso abandonar as ilusões o quanto antes.

Júpiter em Libra no Mapa Astral: amor

Pingentes de coração com mensagens românticas.

Para essa pessoa, equilíbrio é algo muito importante e o senso de justiça, apesar de ser mais relevante na vida profissional e em outros campos da vida dela, também pode emergir aqui. O relacionamento, portanto, vai ser repleto de conversas sobre o que é justo ou injusto – repare que isso é muito diferente de certo e errado, porque pode ser que algo seja certo, mas injusto, bem como moralmente errado, mas justo e por aí vai. Então, não basta estabelecer a química do relacionamento apenas com: trair é errado, mentir é errado etc., porque, para essa pessoa, tudo depende do contexto e de como cada uma dessas situações seja justa. Como tem uma tendência a anular sua própria voz por estar nessa busca incessante por justiça, é importante que ela esteja com alguém que não se aproveite disso e a manipule, mas, ao contrário, que valide a voz dela e sempre reforce como é importante que ela diga o que pensa e sente.

Júpiter em Libra na vida profissional

Pessoas com as mãos unidas sobre uma mesa em ambiente de trabalho.

Essa pessoa tem muita dificuldade de se adequar a empregos que promovam, em sua opinião, injustiças. Dessa forma, carreiras relacionadas ao mercado financeiro, às forças de segurança (polícia, justiça) ou aos cargos públicos podem lhe causar muito desconforto, porque sabe-se que nem sempre as atitudes tomadas pelas pessoas que compõem essas profissões são justas e morais. No ambiente de trabalho, essa pessoa é muito boa para harmonizar todas as opiniões e equilibrar tudo de forma que pareça ser justo para todos ou ao menos se aproxime de estar justo.

Os desafios de Júpiter em Libra

Mulheres sentadas em um sofá, apoiadas umas às outras.

O principal desafio da vida dessa pessoa é entender que não existe justiça. É justo aquilo que está de acordo com o que é considerado certo ou errado, moral ou imoral etc., então lutar ou exigir uma suposta justiça é ruim, já que essa justiça seria justa apenas para quem a deseja. Essa busca por promover ou por ver no mundo uma justiça é algo que pode fazer muito mal a essa pessoa e até causar graves frustrações, por isso é preciso, o quanto antes, trabalhar esses aspectos. Como deseja ser sempre uma “agente da balança”, aquela que modera e que promove a justiça, essa pessoa costuma se anular e não emitir sua opinião ou seu pensamento sobre determinado assunto, por sentir que está “atropelando” as outras pessoas ou tentando impor o que pensa e sente, o que desequilibraria a balança da justiça. Por fim, é importante entender que, sim, seria lindo se existisse um mundo mais justo, mais bonito e com todo mundo relativamente bem e em boas condições, mas ninguém pode fazer isso sozinho tampouco é culpado direto por isso. Dessa forma, essa pessoa precisa parar de querer mudar tudo com suas próprias mãos, porque eventualmente elas sairão feridas desse combate que é impossível vencer

 
 

Confira também: